Postado em: 27/03/2018 08:47:12

Post by: Jeferson Luiz

Justiça condena Rossoni, filho e ex-diretor da Alep por participação e uso de servidores em campanha eleitoral

Ainda cabe recurso da decisão.

O secretário-chefe da Casa Civil do Paraná, Valdir Rossoni, foi condenado pela Justiça por usar servidores da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) na campanha da eleição suplementar que elegeu o filho Rodrigo Rossoni à prefeito de Bituruna, na região sul do Paraná, em 2011. Ainda cabe recurso da decisão.

À época, o atual chefe da Casa Civil era presidente da Alep. Ele, o filho e o ex-diretor financeiro do Legislativo Sergio Brun, por causa do ato de improbridade administrativa, foram condenados ao pagamento de multa de 20 vezes o valor dos respectivos salários naquele ano.

No caso de Rodrigo Rossoni, como à época ainda não ocupava cargo público, a condenação ordena o pagamento do valor do salário recebido pelo ex-servidor comissionado cedido irregularmente.

Além disso, a Justiça condenou os três a pagarem, solidariamente, indenização por danos extrapatrimoniais difusos no valor de R$ 100 mil, com correção e juros, e as custas processuais.

A decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública de União da Vitória, também na região sul do Paraná, aponta que, assim como o ex-presidente do Legislativo, o ex-servidor teve participação ativa "dentro de seus dias e horários de expediente junto à Alep".

"Sua intensa participação [Valdir Rossoni] na campanha do filho denota que detinha pleno conhecimento do que ocorria, inclusive porque severas vezes foi visto junto com tal funcionário em plena campanha corporal nas ruas de Bituruna", diz trecho da sentença.

Ainda de acordo com a decisão, várias testemunhas afirmaram terem visto a participação ativa do ex-presidente e de vários funcionários da Alep na campanha de Rodrigo Rossoni.

Fonte: G1 Paraná

TÓPICOS: Paraná