Postado em: 25/01/2018 08:09:49

Post by: Jeferson Luiz

CNH digital deve estar disponível em fevereiro

A carteira digital terá o mesmo valor legal da impressa e funcionará como um aplicativo de celular.

A partir do próximo dia 10 de fevereiro, a CNH-e (Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica) estará disponível para motoristas de todo o Paraná. A previsão é do Detran/PR (Departamento de Trânsito do Paraná). A carteira digital terá o mesmo valor legal da impressa e funcionará como um aplicativo de celular.

A CNH-e foi instituída pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito), por resolução publicada no mês de agosto de 2017. O novo documento foi criado para facilitar seu uso pelos motoristas e diminuir as chances de fraudes relacionadas à habilitação em papel impresso, principalmente as falsificações.

A carteira impressa continuará valendo para todos os efeitos, e o QR-Code em seu verso é pré-requisito para a emissão da Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica. Esse código, presente nas CNHs impressas desde maio do ano passado, permite a leitura e validação das informações. Os demais motoristas poderão obter o documento eletrônico após renovarem as atuais habilitações.

O coordenador de Habilitações do Detran/PR, Farid Gelascko, explica que a CNH Eletrônica poderá ser utilizada para todos os fins do documento normal. “Esse formato de documento previne fraudes de falsificação do documento físico, além de estar disponível para melhor gestão documental do condutor”, frisou ao H2FOZ.

Passo a passo

Em geral, para solicitar a CNH-e, o motorista deverá atualizar seus dados de telefone celular e e-mail no Detran ou possuir certificado digital. Em seguida precisará fazer o cadastro no site do Denatran (www.denatran.gov.br) para solicitar a emissão do documento eletrônico. Depois é só baixar o aplicativo da habilitação digital em seu smartphone.

Certificado

O condutor poderá usar o certificado digital para requisitar a carteira de habilitação eletrônica. Trata-se de um documento eletrônico de identificação on-line com validade jurídica. Essa tecnologia permite a identificação de pessoas físicas e jurídicas no ambiente eletrônico e confere aos documentos eletrônicos autenticidade, integridade, sigilo e atributo de não repúdio.

Fonte: H2Foz

TÓPICOS: Paraná